Como funciona energia solar? Entenda o passo a passo!

Aprenda como funciona energia solar de forma fácil e resumida! Ela funciona em alguns passos muitos simples e fáceis. 

É muito importante entender o funcionamento antes de comprar um sistema para sua residência, empresa ou propriedade rural. É uma tecnologia que cresce a cada dia, e logo se tornará uma das principais fontes de energia renovável.

Saber como funciona o sistema fotovoltaico pode te livrar de fazer uma compra errada, como por exemplo: um sistema mal dimensionado, que não gere o suficiente para seu consumo.

Mas então, qual é o passo a passo de como funciona a energia solar?

Energia solar: como funciona?

Primeiro as placas solares captam a energia do sol, depois ela é levada em corrente contínua para o inversor, que a transforma em corrente alternada possibilitando que seja usada por aparelhos elétricos e eletrônicos.

O que sobrar de energia após ser consumida por todos os eletrodoméstico, eletrônicos, etc… é jogada na rede, e a concessionária de energia te dá o valor dessa “sobra” em forma de créditos.

E se o dia estiver nublado, o sistema de energia solar gera eletricidade também?

Sim! Ele gera energia mesmo o dia estando nublado, o único porém é que ele irá gerar um pouco menos de energia. Quanto maior a incidência de luz nos painéis, mais eletricidade ele gera.

Isso acontece por que os painéis solares são feitos por células que absorvem os fótons (pequenas partículas de luz), então, quanto mais melhor!

E tem alguma maneira de fazer com que o sistema gere mais?

Tem sim! A direção que os painéis forem instalados é o que mais vai influenciar na geração, norte, sul, leste e oeste. Aqui na região sul do Brasil, a melhor posição para serem instalados é ao norte, isso por que estamos abaixo da linha do Equador.

Outro cuidado importante na hora de instalar o sistema de energia solar são as sombras, elas podem reduzir muito a produção, mesmo que pegue sombra somente em uma placa, todas irão gerar menos, pois são ligadas juntas.

O ângulo que as placas são instaladas vão interferir na geração também, o ângulo de instalação ideal é entre 20 e 30 graus, também por conta da linha do Equador.

Inversor solar: O cérebro do sistema

O inversor solar é o cérebro do sistema, ele que transforma a corrente que vem das placas na forma de contínua para corrente alternada, tornando possível o uso da energia gerada nas placas em todos os aparelhos elétricos e eletrônicos.

Ele que monitora também o quanto as placas estão gerando de energia durante o dia, inclusive a maioria das marcas possui aplicativo próprio onde é possível ver todos os dados da geração pelo seu celular smartphone ou computador.

Quais são os tipos de sistema que existem?

Existem 3 tipos de sistema de energia solar: os conectados à rede (on-grid), os que não são conectados à rede (off-grid),por último os sistemas que são nobreak (híbridos), que são uma mistura de on-grid e off-grid e funcionam com baterias.

Como funciona cada um deles?

O primeiro tipo e mais comum, é o sistema conectado à rede (on-grid), toda a energia gerada por ele durante o dia é usada por exemplo: por lâmpadas, ar-condicionado, geladeira, entre vários outros.

O restante dessa geração é jogada na rede e viram créditos, que podem ser usados durante a noite e em períodos que o sistema gere menos energia, como no inverno.

O segundo é o sistema off-grid, que funciona sem estar conectado à rede, geralmente é instalado em locais onde não há passagem de rede elétrica próxima, ou para alimentar algum aparelho que consuma muita energia, como sistemas de bombeamento, cercas elétrica, casas isoladas de rede elétrica, etc…

E existem ainda os sistemas híbridos, que são conectados à rede, e seguem as regras de geração de créditos dos on-grid, porém contam com bancos de baterias que armazenam parte da geração de energia que pode ser utilizado em momentos de falta de energia da rede ou em horários de ponta onde a energia é mais cara.

Estes são bem mais caros, já que usam um banco de baterias, e também por precisarem de uma série de equipamentos de segurança para que possam funcionar corretamente.

Geração de créditos: Economize até sem sol

No verão é normal termos mais sol, dias sem nuvens com o céu limpo, nesses meses o sistema de energia solar gera muito mais energia do que você irá consumir, toda essa energia que sobra será jogada na rede e irá virar créditos para você!

Mas como funciona isso, como eu posso usar os créditos?

Após toda a instalação e aprovação do sistema pela concessionária de energia, é trocado o medidor da sua rede tradicional por um bidirecional, que mede quanto você consome de energia da rede e quanto está jogando de energia de volta para a rede.

É por meio desse medidor que os créditos são gerados, todo o excedente da geração é contabilizado e fica “em à ver” na sua fatura, você vai usá-los durante a noite quando o sistema não estiver produzindo e durante o inverno, quando a geração é menor.

Então vamos revisar como funciona todo o sistema:

  • Primeiro as placas captam a energia do sol e as “transportam” para o inversor em forma de corrente contínua.
  • O inversor transforma a corrente contínua em corrente alternada, fazendo com que seja possível o uso da energia em toda sua residência, indústria, empresa ou propriedade rural.
  • Ele também monitora todos os dados de geração das placas solares.
    Toda a “sobra” da geração vira créditos que são usados enquanto o sistema não está funcionando ou quando o sistema gerar menos energia, à noite e no inverno.
  • Existem sistemas que são conectados à rede, os que não são conectados à rede e funcionam com baterias.

Então agora que você já sabe como funciona o sistema de energia solar, e como ele deve ser instalado, que tal saber também quanto custaria um sistema personalizado para seu consumo?

Clicando aqui você pode solicitar um orçamento sem custo algum!